• Senilar Cuidadores

Idosos: os cuidados no Verão

As temperaturas elevadas, características do Verão, pedem alguns cuidados especiais com os idosos devido ao risco de hipertermia (aumento da temperatura corporal). Nessa época do ano, é possível que aconteça da temperatura do corpo ficar acima de 37,4°C. Segundo a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), é possível minimizar os riscos quando cuidadores e familiares estão em alerta aos primeiros sintomas. Em alguns casos, a hipertermia também pode ser diagnosticada como insolação ou choque pelo calor.


A temperatura considerada normal do corpo humano é em torno de 36°C. Se existir uma elevação, o organismo tenta várias estratégias para resfriá-lo. Em dias com as temperaturas elevadas é preciso que o cuidador não deixe de oferecer líquido ao longo do dia. Segundo o SBGG, quando a pessoa permanece muito tempo no sol, por exemplo, e não ingere líquido suficiente, a função que acontece naturalmente de resfriar o corpo pode não funcionar corretamente. Os sintomas de alerta para a hipertermia estão classificados como dores abdominais, contraturas musculares (câimbras), vômito, dor de cabeça, tontura, fraqueza, excesso ou falta de suor, sintomas neurológicos como irritabilidade, alucinações, delírios, convulsões e coma.


Muitos idosos fazem da exposição ao sol fonte de reposição de vitamina D, responsável pela suplementação do cálcio, mas esta ação deve ser feita com cautela e atenção. O tempo recomendado para o banho de sol é entre 5 a 10 minutos. Além disso, é preciso evitar a exposição entre às 10h da manhã e meio-dia.


A desidratação também é um dos fatores que preocupam os médicos nesta época do ano. De acordo com o geriatra José Elias Soares Pinheiro, presidente da SBGG, acontece uma redução da sensação de sede. É importante que o cuidador esteja atento à temperatura e ajude evitar a desidratação. “No caso dos idosos, não se pode esperar ter vontade de tomar água. Eles devem procurar bebê-la com constância, como rotina”, afirma o especialista.


O organismo envia vários sinais de que algo está errado em dias com as temperaturas elevadas. Lábios e língua secos, é um deles, bem como a diminuição na quantidade de urina. As alterações de comportamento também podem aparecer, assim como dores de cabeça, tonturas, fadiga e mal-estar.

Dicas para passar o verão com saúde e qualidade de vida:


◆ Beba grande quantidade de água durante todo o dia.


◆ Procure abrigo em lugares cobertos ou em áreas que possuam ar condicionado.


◆ Vista-se com roupas leves e de cor clara.


◆ Evite atividades extenuantes na parte mais quente do dia (entre as 10h da manhã e às 16h).


◆ Use filtro solar, chapéu ou boné ao sair no sol.


◆ Evite tomar cafeína e álcool, pois são bebidas que contribuem para desidratação.


◆ Se sentir cansaço, náuseas, tonturas, ou desenvolver dores de cabeça, saia IMEDIATAMENTE do sol, procurando abrigar-se numa sombra, local arejado e procure beber bastante água.


◆ Alimente-se com uma frequência a cada três horas Lavar e armazenar os alimentos de forma adequada ajudam a evitar contaminação, vômitos e diarreia.


◆ Lavar e armazenar os alimentos de forma adequada ajuda a evitar contaminação, vômitos e diarreia.

PARA MAIORES INFORMAÇÕES

        (19) 3326-1346
contato@senilar.com.br

logo whatsapp.png