• Senilar Cuidadores

Idosos: a Síndrome do Pôr do Sol

A Síndrome do Pôr do Sol se manifesta principalmente em pacientes que sofrem de Alzheimer, mas pode acometer pessoas que tenham qualquer outro tipo de demência. Os pacientes podem apresentar episódios de confusão, agitação, irritabilidade, entre outros, conforme o avanço do dia, mais precisamente no final da tarde e início da noite.



À medida que a luz do dia se dissipa, os sintomas mais frequentes vão aparecendo: aumento de confusão ou ansiedade, comportamentos que não foram apresentados durante o dia, como, por exemplo, andar de uma lado para o outro, ficar vagando ou gritar. É importante identificar as causas desses comportamentos incomuns ao paciente.


O cansaço excessivo pode aumentar a agitação no entardecer. Algumas dicas aos cuidadores de idosos podem ajudar a evitar e prevenir a Síndrome do Pôr do Sol:


Reduza o barulho, bagunça ou o número de pessoas na residência;


Tente distrair a pessoa com objetos ou atividades que ela goste;


Torne o início da noite o mais silencioso possível;


Peça para que, se possível, um familiar ou amigo próximo ligue para o paciente durante esse período;


Acenda as luzes para minimizar as sombras na casa;


É importante que a pessoa idosa pratique atividades físicas ou exercícios diariamente, além de descansar durante o dia, se necessário, mas manter os cochilos curtos e não tão próximos ao final do dia.


#senilarcuidadores #senilar #idosos #cuidadoresdeidosos

PARA MAIORES INFORMAÇÕES

        (19) 3326-1346
contato@senilar.com.br

logo whatsapp.png